Holding the Man é o filme gay que vai te emocionar em 2016

Encontrar um bom filme com temática gay hoje em dia não é tão fácil. Nos cinemas então, quase impossível. Por isso, depois de uma temporada de abstinência, fiquei muito feliz em assistir o australiano Holding the Man, produzido em 2015, e ainda sem data de estreia prevista no Brasil. Pasmem: o filme emociona bastante e merece uma atenção de quem aprecia o gênero.

resenha-Holding--the--Man

Na história, acompanhamos o casal Tim e John, que se apaixonam na adolescência e desenvolvem uma relação duradoura durante 15 anos de suas vidas. John é um jogador de futebol, enquanto Tim é um aspirante a ator. Suas diferenças ficam ainda mais evidentes entre descobertas sexuais, conflitos familiares, separações e perdas, que ambos precisam lidar durante a jornada de crescimento.

Longe de ser um blockbuster de verão, Holding the Man, como era de se esperar, não contou com uma divulgação maciça, sendo exibido apenas em restritos festivais LGBTs pelo mundo. Mas um burburinho significativo aconteceu depois que o cantor Sam Smith postou suas considerações sobre o filme no Instagram. Veja um trechinho:

filme-Holding- the-Man

Em tradução rápida, Sam fala o quão significante Holding the Man foi em sua vida, tanto o filme quanto o livro (sim, é baseado em um livro que é baseado em fatos reais). O cantor ainda destaca a importância desse tipo de gênero no cinema para que pessoas como ele, assumidamente gay, possam assistir algo com que realmente se identifiquem. Por fim, ele agradece à equipe de produção e aos atores e faz um apelo para que todos assistam essa história de amor. Bacana, não?

De volta à resenha, Holding the Man ganha pontos por ser produção modesta, mas sincera. Me lembrou em muitos momentos o adorável “Um Amor para Recordar”, que se apoia exclusivamente no carisma dos seus personagens. Nenhum dos dois concorrem a prêmios, mas ganham corações. Vale a pena!

Nota: 3,5/5

Anúncios
Etiquetado , , , , ,

22 pensamentos sobre “Holding the Man é o filme gay que vai te emocionar em 2016

  1. Thales disse:

    Filme perfeitoooooo

    Curtir

  2. […] Resenha: Holding The Man é o filme gay que vai te emocionar em 2016 por Virei a Página […]

    Curtir

  3. Renan disse:

    Esse filme é sensacional! Mas para vê-lo é bom estar em um dia bom, porque é extremamente triste. É aquele tipo de filme que te deixa uma semana mal rs.
    Tive uma certa ‘raiva’ do personagem Tim até quase metade do filme, pelo fato de não achar que valorizava o namorado como realmente deveria ser valorizado, mas após alguns pontos terem sido esclarecidos a raiva se desfez e sobrou apenas compaixão. Por outro lado, fiquei encantado com John por todo o filme. Sua lealdade e sua felicidade são dignas de admiração.
    Qualquer um que tenha um parceiro de longa data como eu irá se sentir especialmente tocado. Peca, talvez, pelas perucas utilizadas pelos personagens enquanto adolescentes, e pela confusão cronológica, mas indico a todos. Nota 4,5/5 rs.

    Curtir

    • Concordo com muitas coisas ditas aí, Renan!

      Curtir

    • Renan disse:

      Meu nome também é Renan e concordo com tudo haha. E sim, tive raiva do Tim também, apesar de ter se redimido no final

      Curtir

    • Cleiton souza disse:

      Pena não ter lido seu comentário antes de ver o filme…..pq eu assisti ja tem uma semana e vc acredita que esse filme mexeu com o meu emocional e o meu psicológico…..Mas gostei muito do seu comentário….
      E um filme lindo porém triste….só achei confuso tbm o tempo…..valeu

      Curtir

    • Lucas disse:

      Tbm tive mta raiva do Tim até o momento q ele cai em si e percebe o quão apaixonado ele é pelo John. Mas depois da terceira vez q vi o filme q eu entendi que o Tim era o tipo de cara destemido e curioso (não absolvendo ele do crime de “canalhisse”), mas acho q depois de “experimentar” ele percebeu o que ele realmente precisava:jonh! E sim, John é um sonho! A pessoa mais doce e amável q já vi em filmes do gênero. Depois do filme eu só quero chorar e lamentar por não ter uma máquina do tempo pra voltar á 1979 é dar um tapão na cara do Tim e mandar ele ter vergonha na cara! (Apesar de ama-lo tb) rs

      Curtir

  4. Carlos Alberto Dos Santos disse:

    Chorei depois de vinte minutos de filme até o final, ainda estou p…da cara com o Tim. Super recomendo, muito bom filme

    Curtir

  5. nelma giovannini disse:

    Eu acabei de assistir e concordo com todos vcs. Chorei de soluçar! Não assistam se não estiverem bem emocionalmente. Triste, muito triste!!!

    Curtir

  6. José disse:

    É, talvez, o filme que eu já assisti que mais me deixou arrasado… realmente, basta estar com o emocional não muito bem que o filme consegue devastar seu dia, sua semana. Me peguei horas pós-filme pensando nos personagens. Assisti despretensiosamente e me emocionei muito, mas quando ao final percebi que era uma história real eu chorei como uma criança. É absolutamente simples, tocante e real. Vale muito a pena, e espero que ganhe mais reconhecimento, no Brasil principalmente.

    Curtir

  7. Michelle disse:

    Incrível a Química entre os atores Ryan e o Craig, eles mandam muito bem!

    Curtir

  8. No momento estou assistindo ao filme, logo mais deixo minhas observações.
    Um filme que me emocionou bastante foi o Orações pra Bobby, esse sim me fez chorar, quem não viu, recomendo!
    🙂

    Curtir

  9. José Márcio mourao disse:

    Excelente filme. Faz a gente pensar.

    Curtir

  10. Lucas disse:

    O filme é incrível! Não tenho mais palavras para definir o quanto isso me tocou, me fez refletir e me emocionou. Não tem uma só vez q não recorde do filme sem q me sentisse triste e impotente por não poder mudar esse final trágico para Tim e John (tanto na vida real, como na ficção).

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: